Torcedores – Notícias Esportivas

Fórmula 1: Diretor faz revelação sobre atrito entre Mercedes e Red Bull

F1 promete fortes emoções para 2022 com as novidades que serão implantadas

Cido Vieira
Jornalista graduado. Redator do Torcedores.com desde 2017. Repórter na rádio Provisão FM Caruaru.

Crédito: Divulgação - F1

A última temporada da Fórmula 1 protagonizou nervos à flor da pele, indiretas e muitas polêmicas entre Mercedes e Red Bull, com Lewis Hamilton e Max Verstappen vivenciando uma batalha épica pelo título, que acabou ficando com o holandês. Recentemente, o chefe da escuderia alemã, Toto Wolff, subiu a “bandeira branca” e findou as discussões com a RBR e resolveu deixar para trás o cenário de atrito com a rival RBR. Contudo, mas Zak Brown, diretor-executivo da McLaren, a briga pelo título foi mais frenética do que se soube publicamente.

“Eles (Wolff e Horner) definitivamente têm uma antipatia real um pelo outro. Desde Senna e Prost eu não me lembrava que de um duelo tão tóxico entre dois pilotos e times. Acho que a Fórmula 1 nunca foi tão emocionante, e creio que vai ficar ainda melhor”, comentou o americano.

O cenário entre as duas equipes na Fórmula 1 teria ficado quente após o que ocorreu no GP da Inglaterra, quando Hamilton provocou um toque com Verstappen, tirando o holandês da prova. O piloto da RBR disparou críticas contra o rival.

Na oportunidade, a escuderia austríaca entrou com um recurso para punição de Hamilton, acusando o britânico de “pilotagem suja”. Posteriormente, as duas equipes trocaram farpas e indiretas na mídia, até a chegada do último GP em Abu Dhabi, que foi o “Gran Finale” da temporada na F1, com ultrapassagem polêmica de Verstappen na última volta.

LEIA TAMBÉM: 

Mercado da bola: Barcelona confirma ida de Coutinho para o Aston Villa

Técnico português que já trabalhou com Hulk é o novo alvo do Atlético-MG

Renato Gaúcho e Godín no Atlético, Yuri Alberto e volante no Palmeiras, Flamengo empresta 2: as últimas do mercado da bola