Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NFL: Geno Smith, dos Seahawks, é preso e dispara ofensa bizarra a policial

Quarterback de 31 anos foi reserva de Russell Wilson no Seattle Seahawks durante a atual temporada da NFL

Álvaro Logullo Neto
24 anos, formado em Jornalismo pela Universidade de São Paulo e, desde 2021, redator de esportes no Torcedores.com. Por aqui, um pouco de tudo: tênis, basquete, NFL, Fórmula 1, esportes olímpicos e Fiorentina... digo, futebol!

Crédito: Reprodução / Instagram: @geno

A decepcionante temporada dos Seahawks terminou com uma vitória sobre um rival de divisão. Jogando em casa, o time de Seattle bateu o Arizona Cardinals, já classificado aos playoffs, por 38 a 35, em duelo que pouco valia. Só que um caso de polícia, ocorrido depois da partida, colocou um ponto final na caminhada dos Seahawks.

Isso porque o quarterback reserva do time, Geno Smith, acabou preso na madrugada do domingo (dia do jogo) para a segunda. O jogador de 31 anos foi parado pela Patrulha Oficial de Washington em seu Rolls Royce, indo a cerca de 140 km/h em uma rodovia cujo limite eé 100 km/h.

Smith também estava dirigindo perigosamente, mudando de faixa a todo momento, segundo os policiais. Mas não parou por aí. Ao sair do carro, o QB cheirava à bebida e, inclusive, confessou ter bebido vinho. Só que ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e, portanto, acabou conduzido pela patrulha a um hospital para a coleta de sangue.

Completamente alterado, Geno Smith dificultou o processo e ainda proferiu ameaças aos oficiais, prometendo vingança: “Vocês não vão querer me ver sem essas algemas. Vou f**** com todos vocês”, teria dito o atleta da NFL.

Geno Smith ofende policial

Para além da conduta inapropriada ao volante e no hospital, Smith continuou fora de si na delegacia, após os exames constatarem embriaguez. De acordo com os documentos, o quarterback fez um comentário bizarro sobre um policial ao ouvi-lo falar sobre a própria esposa: “É porque você tem síndrome de p***** pequeno”, disparou o jogador.

Os documentos que contém as falas do QB foram acessados pelo TMZ Sports. Após o imbróglio, Geno Smith foi conduzido para a Penitenciária do Condado de King. No entanto, acabou liberado sob fiança de US$ 1 mil.

O atleta, aliás, se pronunciou através do Twitter depois de ser solto: “Ser preso traz uma mancha na reputação que é impossível desfazer, não importa o que realmente aconteceu. Estou pedindo a todos vocês que evitem me julgar da mesma forma que fariam por um amigo ou membro da família. Terei mais a dizer no futuro”, diz o texto.

Já o advogado do atleta dos Seahawks afirmou que seu cliente foi ‘cooperativo’ durante toda a investigação.

Na atual temporada, Geno Smith atuou em quatro partidas. Três delas como titular, durante a recuperação de Russell Wilson, que sofreu uma lesão no dedo médio da mão direita. Com Geno, Seattle venceu um jogo e perdeu outros dois. No geral, a equipe teve campanha 7-10 e, portanto, não se classificou aos playoffs da NFL.

LEIA MAIS:

NFL: Após ‘bancar’ Joe Judge, Giants anunciam demissão do treinador

NFL: Giants fazem jogada mais ridícula da temporada e revoltam torcida; veja

NFL: Chargers foram eliminados por ‘timeout’ no fim? Derek Carr responde

Quem é Micah Parsons, calouro do Dallas Cowboys que está chocando a NFL

Douglas Costa pede desculpas à torcida do Grêmio, reconhece erros e comunica decisão sobre o futuro

Corinthians tem centroavante ‘plano B’ caso não chegue a acerto com Diego Costa

Flamengo: Paulo Sousa promove “reunião particular” com Gabigol, Bruno Henrique e Pedro

Botafogo já sabe o que fazer com parte do investimento de John Textor na SAF; confira