Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba quem são as sete maiores vendas do Cruzeiro na história

Confira os jogadores que mais renderam euros em negociações em toda a história da Raposa. São as sete maiores vendas da história do Cruzeiro

Lucas Mello
Colaborador do Torcedores

Crédito: Arrascaeta é a segunda maior venda da história do Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

As maiores vendas da história do Cruzeiro aconteceram após ótimas temporadas do clube, muitas vezes com a conquista de títulos importantes, como no recente bicampeonato brasileiro conquistado em 2013 e 2014.

Mercado em CASA

Clique aqui para ter 50% off!

Confira abaixo as sete maiores vendas da história do Cruzeiro

*O valor das negociações é em Euro, moeda mais usada nas transferências internacionais.
*Conteúdo baseado nas informações do site TransferMarkt

7° – Montillo (meia) – Santos (10 milhões de euros/ Janeiro de 2013)

Montillo deixou o Cruzeiro antes da conquista do bicampeonato brasileiro. Mesmo assim, sua negociação foi a maior entre clubes brasileiros na época. Como detinha 60% dos direitos econômicos do meia, o clube mineiro ficou com 6 milhões de euros na negociação.

6° – Fábio Júnior (atacante) – Roma-ITA (13 milhões de euros/ Janeiro de 1999)

O atacante de 21 anos era o maior destaque da equipe na temporada de 1998, como os vice-campeonatos da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro e da Copa Mercosul. Foram 18 gols no Brasileirão de 1998 e algumas convocações por Vanderlei Luxemburgo na seleção brasileira. Na época, a venda de 15 milhões de dólares (cerca de 13 milhões de euros) foi a maior do Cruzeiro, superando os 9 milhões de dólares recebidos por Ronaldo Fenômeno, em 1993. O clube mineiro ficou com metade da venda de Fábio Júnior, pois já tinha negociado 50% de seus direitos econômicos com um patrocinador.

5° – Lucas Silva (volante) – Real Madrid-ESP (14 milhões de euros/ Janeiro de 2015)

O volante foi eleito um dos melhores  jogadores do Campeonato Brasileiro de 2014. Quando foi vendido, já era bicampeão nacional pelo clube mineiro e tinha passagem pelas seleções de base do Brasil. O Cruzeiro tinha apenas 30% dos direitos econômicos do jogador, mas ficou com 50% do valor da venda.

4° – Fred (atacante) – Olympique de Lyon-FRA (14,9 milhões de euros/ Agosto de 2005)

O atacante foi vendido no meio da temporada de 2005. Ele era um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro quando foi negociado. Eram 40 gols em 43 jogos no ano de 2005 e uma convocação para a seleção brasileira. O clube mineiro tinha 75% dos direitos econômicos de Fred no momento da venda.

3° – Ricardo Goulart (atacante) – Guangzhou Evergrande-CHN (15 milhões de euros/ Janeiro de 2015)

O atacante foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro e eleito um dos melhores atacantes do torneio em 2014. Também era nome constante nas listas de Dunga para a seleção brasileira após a Copa do Mundo. Com a venda, o clube mineiro ficou com 50% do valor da venda.

2° – Giorgian de Arrascaeta (meia) – Flamengo – (18 milhões de euros/ Janeiro de 2019)

A venda de Arrascaeta para o Flamengo tornou-se a maior negociação da história entre clubes brasileiros. O jogador havia destacando-se jogando pelo Cruzeiro bicampeão da Copa do Brasil. O clube mineiro ficou com 13 milhões de euros na negociação, pagas em três parcelas durante o ano de 2019.

1° – Geovanni (meia) – Barcelona-ESP (21,2 milhões de euros/ Junho de 2001)

Maior destaque do Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil e semifinalista do Campeonato Brasileiro de 2000, o meia de 21 anos foi negociado com o Barcelona logo em janeiro. O jogador tinha passagem pelas seleções de base. Apesar da venda ter acontecido em janeiro, o Geovanni ficou no Cruzeiro até julho de 2001. O pagamento dos espanhóis aconteceu em três parcelas, e foi quitada apenas em 2003.

As melhores notícias de esportes, direto para você