Torcedores – Notícias Esportivas

Cabe no seu time? Lateral ex-Fluminense e Manchester United está livre no mercado

Jogador pode assinar com qualquer clube

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Manchester United

O lateral Rafael, revelado pelo Fluminense e com passagem de longa duração pelo Manchester United, da Inglaterra, está livre no Mercado da Bola e pode assinar contrato com qualquer clube. O vínculo do jogador com o Istanbul Basaksehir, da Turquia, chegou ao fim nesta segunda-feira (16), segundo o portal Transfermarkt, e o jogador não está ligado a nenhuma equipe.

As partes não chegaram a um acordo pela renovação do contrato e o jogador, que também é conhecido por ter o irmão gêmeo Fábio, do Nantes, como familiar famoso, não é mais jogador do clube turco.

Rafael

O lateral de 31 anos foi revelado pelo Fluminense ao lado de seu irmão gêmeo, Fábio, e sequer estreou como profissional, já que foi contratado em 2008 pelo Manchester United, ao lado do irmão. Rafael fez parte do elenco do Manchester United por sete temporadas e disputou 170 jogos pelo gigante inglês, com cinco gols marcados. Deixou o clube em 2015 para defender o Lyon, clube que vestiu a camisa até 2020. Assinou com o Istanbul Basaksehir em 2020 e disputou 28 jogos pelo clube.

Leia mais:
Mercado da Bola: 5 jogadores ex-Flamengo que estão em fim de contrato com seus clubes

Mercado da Bola: 8 jogadores que passaram pelo Flamengo e estão livres

Andreas no Flamengo, chapéu por Róger Guedes e Mbappé no Real: os rumores que vão agitar a semana

Ex-Vasco preso, polêmica sobre Romário, morte no futebol, atacante no Flamengo e mais mercado: as notícias do final de semana

Após Hernanes afirmar que 87 é do Sport, Renato responde: “Se tivesse vindo para o Flamengo, falaria a mesma coisa?”

Crespo de saída, Dani Alves na Espanha e Igor Gomes: o mercado da bola no São Paulo

De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras