Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Romário desabafa e faz ameaça à CBF por polêmicas: “o futebol brasileiro não merece essa sacanagem”

Ex-jogador citou “CPI do Futebol” e citou três nomes envolvidos em polêmicas na entidade

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Reprodução

Crítico ferrenho da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o senador Romário Faria se posicionou mais uma vez contrário aos episódios protagonizados na entidade que rege o futebol brasileiro e ainda ameaçou pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o órgão caso Roberto Teixeira, Marco Polo Del Nero ou Gustavo Feijó sejam empossados à presidência.

O desabafo de Romário se deu nas redes sociais na última quarta-feira (22). O “Baixinho” afirmou que mesmo não “sendo o momento” para ocupar o Senado com este tipo de pauta, tomará a decisão caso os velhos conhecidos assumam a liderança da instituição.

“Se a CBF voltar a ser presidida por Del Nero ou Ricardo Teixeira, ambos banidos do futebol pela Fifa, ou Gustavo Feijó, um cara cheio de escândalos na vida pública e privada, eu vou iniciar a coleta de assinaturas e falar com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para abrir uma nova CPI, agora, especificamente sobre a CBF”, disparou o ex-jogador.

“O futebol brasileiro não merece mais essa sacanagem e desrespeito. Eu entendo perfeitamente que este não é o momento, principalmente pelo que estamos vivendo aqui: crise sanitária e econômica (por causa da pandemia do Covid 19). Contudo, não vou aceitar. Sei que irei tomar algumas porradas, mas não vou aceitar. Eu estou alertando para que não aconteça” acrescentou Romário.

Já em publicação no Twitter, Romário detalhou os motivos da sua indignação, citando que na “CPI do Futebol” o trio foi apontado de envolvimento em esquemas de corrupção e outros crimes.

“Há suspeitas de falsificação de documentos e informações contratuais de jogadores em diversas transferências. Após constarem no relatório paralelo que apresentamos na CPI, Investigações estão em curso por parte da Polícia Civil do Rio de Janeiro para apurar esses casos”, disparou o ex-jogador.

LEIA TAMBÉM:

Romário elogia atuação da Anvisa e detona CBF após polêmica: “Irresponsáveis”

Casagrande detona Daniel Alves e dispara: “mau negócio para qualquer time que ele for”

Flamengo iguala Corinthians e se aproxima de recorde histórico na Libertadores

Mirando vaga na Copa, Daniel Alves comunica desejo de atuar em gigante da Série A

Copa do Brasil: CBF define ordem dos mandos de campo das semis; confira quem decide em casa

Daniel Alves recebe proposta inesperada de time da Série A e web reage com surpresa

Brasileirão: prêmio de Jogador do Mês disponibiliza alimentos para doação

Mundial de Clubes: Fifa descarta Rio de Janeiro como sede da competição; veja destino cotado