Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Lisca detona arbitragem por anulação de gol do Vasco na Série B

Problema na tecnologia das linhas de impedimento do VAR influiu em marcação de irregularidade em gol no empate cruzamaltino com o Brasil de Pelotas

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução

O Vasco acabou arrancando um empate com o Brasil de Pelotas na noite desta sexta-feira (3) pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Mas até poderia sair de campo com um resultado melhor se não fosse uma decisão polêmica da arbitragem.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

No caso, o gol anulado pela arbitragem de Daniel Amorim, que aproveitou rebote de bola que foi na trave para marcar o tento, que teria sido apontado impedimento no lance. Algo que irritou demais ao técnico Lisca, que decidiu lançar uma forte reclamação contra a anulação.

“Gente, desculpa, mas o gol anulado é lamentável. É lamentável o que aconteceu em São Januário, com VAR e tudo. Com bandeira, juiz, VAR em cima e tudo, não tem como dar aquele impedimento. Acabei de ver o lance, o Daniel estava vindo de trás depois do chute do Andrey. Está bem claro, tem dois zagueiros ali dando condição”, declarou Lisca.

A CBF, após a partida e de acordo com o GE, relatou que um ‘problema técnico’ impediu que as linhas de impedimento geradas pela tecnologia fossem utilizadas e fez com que a marcação do árbitro Alisson Furtado, de gol impedido fosse mantida.

Mas Janette Mara Arcanjo, que trabalhou pelo Premiere na transmissão do empate do Vasco, viu que a marcação do impedimento no gol de Daniel Amorim não deveria ter acontecido. A comentarista de arbitragem afirmou que o tento vascaíno deveria ter sido apontado através de imagens disponíveis e analisadas da partida, que apontariam a não existência do impedimento.

Logo após a partida, Alexandre Pássaro, diretor de futebol do Gigante da Colina, afirmou que irá contestar na CBF a não marcação do gol e reclamar da confusão, que não foi a primeira entre a arbitragem de vídeo em São Januário. No Brasileirão de 2020, houve polêmica semelhante em partida contra o Internacional.

LEIA TAMBÉM

Mercado da bola: PSG e Real Madrid podem disputar a contratação de Haaland em 2022

Neymar se irrita e empurra segurança da seleção brasileira; assista

Confira 5 personalidades do futebol que superaram o câncer

Justiça revoga suspensão de execução de dívida do Vasco

Brasileirão: Veja 10 contratações aleatórias que entraram para a história

Confira 5 jogadores brasileiros que atuaram no PSG e você não sabia

Neto detona técnico de gigante da Série A: ‘Não merece o cargo que tem’

TV Globo tira Casagrande e escala Caio Ribeiro para comentar Brasil x Argentina