Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Assassino no PSG, desculpas de Galvão a Neymar, volta de Jorge Jesus ao Brasil e mais: as notícias do futebol hoje (15)

Torcedores.com traz um resumo completo com as principais notícias do dia

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Divulgação

O dia seguinte à goleada do Brasil contra o Uruguai, por 4 a 1, pelas Eliminatórias da Copa, teve repercussão de um pedido de desculpas de Galvão Bueno após gafe com Neymar. Teve ainda a revelação de que o presidente de um dos patrocinadores do PSG matou outra pessoa no passado, e a possiblidade da volta do técnico Jorge Jesus ao Brasil. Confira tudo aqui!

Galvão Bueno faz discreto pedido de desculpas a Neymar após chamá-lo de “idiota”

O narrador foi até às redes sociais e tentou amenizar a gafe de ter chamado Neymar de “idiota” em áudio vazado. E o combo veio! Resultado e espetáculo! Tite foi ousado! Todos jogaram bem! Neymar e Raphinha deram show! A melhor resposta de um jogador é sempre dentro do campo, escreveu o locutor na legenda do vídeo dos lances da partida.

PSG: presidente de patrocinador do clube assume assassinato

O presidente da marca Jordan (um dos patrocinadores do PSG), Larry Miller, confessou que cometeu um assassinato, quando tinha 16 anos. A revelação ocorreu em entrevista ao Sports Illustrated.

Vagner Mancini é anunciado oficialmente como novo técnico do Grêmio

O anúncio foi feito através das redes sociais do Imortal nesta sexta-feira (15).

Veja as duas possibilidades que Jorge Jesus analisa se voltar ao Brasil

O técnico português possui vínculo com o Benfica até junho de 2022 e no Brasil voltaria se fosse para dirigir a seleção brasileira ou então novamente o Flamengo.

Mercado da bola: Sarrafiore renova com o Vasco até o fim de 2022

Vasco anunciou nesta a renovação de contrato do meia Martín Sarrafiore sexta-feira (15). O novo vínculo do argentino com o Gigante da Colina vaia até o final de 2022.

Brilho na Seleção Brasileira: por quanto o Avaí vendeu Raphinha para o futebol europeu em 2016?

Raphinha jogou nas categorias de base do Avaí, e foi transferido antes de se profissionalizar ao Vitória de Guimarães, de Portugal. A quantia paga foi de ‘apenas’ 600 mil euros na época. O clube catarinense cedeu 45% dos direitos de Raphinha, ficando com 5% do atleta. Mas e os outros 50%? Ficou com o empresário do jogador, o ex-meia Deco.

As melhores notícias de esportes, direto para você