Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atlético-MG: 6 jogadores que podem deixar o elenco em 2022; veja quais

Atlético-MG está na disputa de dois importantes títulos nesta temporada, mas deve ter mudanças no elenco em 2022

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Pedro Souza / Atlético

Independente do sucesso que pode obter nesta temporada – o time segue forte nas disputas dos títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil -, o Atlético-MG deverá ter algumas mudanças no elenco para 2022.

Alguns atletas do Galo deverão ser envolvidos em negociações, outros podem não permanecer porque estão no clube por empréstimo, e alguns garotos devem sair por empréstimo para ganhar mais oportunidades de jogar.

Veja alguns jogadores que podem sair do Atlético-MG em 2022:

Guga: envolvido em episódio em que “furou” a quarentena durante a pandemia do Covid-19, o lateral perdeu espaço no time e é atualmente reserva de Mariano. Não será surpresa se o clube aceitar propostas consideradas satisfatórias em 2022 e facilitar a saída do jogador de 23 anos.

Tchê Tchê: emprestado pelo São Paulo ao Atlético-MG até o fim de maio de 2022, o polivalente jogador que pode jogar no meio de campo e na lateral ainda não tem sua permanência em definitivo assegurada. Uma troca por Guga com o time paulista já foi especulada, mas nada de concreto foi revelado.

Alan Franco: considerado uma das principais promessas do futebol sul-americano, o equatoriano tem encontrado pouco espaço sob o comando de Cuca – disputou apenas 12 jogos – e pode ser envolvido em negociações para a próxima temporada. Contratado neste ano junto ao Independiente del Valle por quase R$ 13 milhões, o atleta de 23 anos também é especulado como moeda de troca para o Galo ter Tchê Tchê em definitivo em 2022.

Dylan Borrero: o jovem atacante colombiano de 19 anos é outro que tem encontrado dificuldade para conseguir espaço no Atlético-MG e pode deixar o clube na próxima temporada. Comprado em janeiro de 2020 do Independiente Santa Fe-COL, o garoto disputou apenas 22 partidas neste ano.

Sávio e Echaporã: os dois jovens atacantes têm conseguido poucos minutos com o técnico Cuca, que tem preferido utilizar os jogadores mais experientes. Com a chegada de Ademir, contratado do América-MG, além da volta de Guilherme Castilho, emprestado ao Juventude, os garotos devem perder ainda mais espaço e deverão sair por empréstimo.

LEIA TAMBÉM:

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Após indisciplina, jogador volta ao Internacional e revolta torcedores

STJD toma atitude sobre final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo

Vampeta vê Gabigol “p…” com colega de Flamengo: “Quer matar ele”

Ranking aponta folhas mais altas do futebol brasileiro; veja qual clube gasta mais e os salários dos principais jogadores