Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

São Paulo pode decretar queda do Grêmio e repetir ano que rebaixou outro gigante da Série A

Rogério Ceni, atual técnico do São Paulo, estava em campo quando o time paulista rebaixou rival

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Rubens Chiri / Site oficial

O São Paulo entra em campo nesta quinta-feira (02) em Porto Alegre, pelo Brasileirão, e pode decretar o rebaixamento do Grêmio para Série B de 2022. Segundo os matemáticos, os gaúchos têm 98% de risco de queda.

Caso o São Paulo vença o duelo desta noite, que começa às 20h, e o Bahia triunfe diante do Atlético-MG, às 18h, na cidade de Salvador, o Grêmio estará matematicamente rebaixado.

Esta é a única possibilidade de rebaixamento gremista já nesta quinta-feira. Empate ou vitória do Grêmio em casa ainda mantêm o Tricolor gaúcho vivo na briga contra a degola, independente do resultado do Bahia.

E o São Paulo já viveu uma situação parecida na história do Campeonato Brasileiro, quando decretou o rebaixamento de um outro clube grande da Série A.

Foi em 2002. Naquele ano, na última rodada da primeira fase, o São Paulo venceu o Botafogo por 1 a 0 no Rio de Janeiro e rebaixou o time carioca à segunda divisão – o Brasileirão ainda era disputado com o modelo de mata-mata.

A equipe paulista tinha Rogério Ceni, Kaká, Luís Fabiano, Júlio Baptista e Ricardinho, mas como já havia se classificado à próxima fase na liderança geral, usou um time totalmente reserva contra o Botafogo. Mesmo assim conseguiu vencer com gol do atacante Dill, aos 10 minutos do segundo tempo.

O curioso é que esse foi o primeiro e único gol de Dill com a camisa são-paulina em quase dois anos defendendo o clube. Um gol decisivo e que rebaixou o rival carioca.

O Botafogo terminou o Brasileirão de 2002 na última colocação com 25 pontos. Também caíram nesta temporada Gama (25 pontos), Palmeiras (27 pontos) e Portuguesa (27 pontos).

LEIA TAMBÉM

Barcelona faz oferta para contratar atacante que é considerado “novo Haaland”

Jogador de vôlei descobre depois de 15 anos que namorada não é Alessandra Ambrosio

Cinco times que fizeram boas campanhas na Libertadores e fracassaram no Mundial de Clubes

Entenda por que o Boca Juniors prefere que o Flamengo seja campeão da Libertadores de 2021

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

Ex-Corinthians, Dentinho tem acerto encaminhado com clube da Série A

Jean Pyerre no Fluminense? O que nós sabemos sobre o interesse do clube no jogador do Grêmio

Promessa de Leila pode definir futuro de Abel Ferreira no Palmeiras

Título do Atlético-MG?Rebaixamento do Grêmio? A agenda desta quinta(2)