Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Internacional busca repetir sucesso de 2021 para se consolidar entre as principais equipes do futebol feminino no Brasil

Gurias Coloradas garantiram o título estadual além de chegar às semifinais do Brasileirão feminino na última temporada

Flavio Souza
Desde 2006 escrevo sobre esportes em geral e participo do site Torcedores.com desde dezembro de 2018, onde exerço função de Colaborador Sênior.Atualmente meu foco é no futebol brasileiro e internacional, mas procuro falar sobre outras modalidades, como esportes olímpicos, por exemplo.Meu foco é trazer informações relevantes sobre os clubes fora de campo, como entrevistas, análises financeiras, desempenho das equipes em redes sociais e análises táticas.

Crédito: Divulgação / Twitter oficial

2021 foi marcado marcar importantes do Internacional no futebol feminino. Tanto nas categorias de base quanto no profissional, o clube conseguiu campanhas sólidas, já colhendo frutos dos investimentos feitos.

A classificação para a semifinal do Brasileirão na temporada passada foi um feito histórico, afinal foi a primeira vez que uma equipe gaúcha ficou entre as quatro primeiras da elite nacional. Mesmo com a eliminação para o Palmeiras, a campanha realizada ao longo do ano mostrou a evolução do time no cenário nacional.

Já no Campeonato Gaúcho, as Gurias Coloradas mantiveram sua hegemonia no estado. Após vencerem o Grêmio nas penalidades, o time garantiu o tricampeonato estadual, de forma consecutiva.

Desde 2019 no clube o técnico Maurício Salgado celebrou a temporada realizada pelo Internacional. “É um ano que marca a consolidação do time feminino do Inter, fruto de um trabalho que vem sendo construído passo a passo nos últimos anos. O Campeonato Brasileiro mostrou que estamos entre as principais equipes do país e vamos seguir trabalhando para alcançar resultados ainda melhores”, acrescentou.

Outro ponto destacado pelo treinador foi em relação ao projeto de desenvolvimento das atletas nas categorias de base e a integração com o profissional. “Compreendemos que é fundamental o investimento e, principalmente, na transição entre base e profissional, como um elo de ligação forte entre as categorias”, finalizou.

Planejamento a longo prazo para o futebol feminino

Hoje, do elenco principal, há 10 jogadoras reveladas no clube que compõem o plantel. Para Cláudio Curra, diretor de futebol feminino do Colorado, a melhoria e o aporte financeiro para a base têm como objetivo estabelecer uma gestão profissional e um futebol com mais qualidade.

“Óbvio que também buscamos uma auto sustentabilidade na categoria, tendo em visto que este trabalho é fundamental para isso acontecer. Estamos contentes e os resultados que atingimos este ano mostram que estamos no caminho certo. É, sem dúvida nenhuma, o maior investimento feito pelo clube na modalidade, mesmo com as atuais dificuldades financeiras, agravadas pela pandemia“, comenta o dirigente.

Campanha do Internacional em 2021

Para o dirigente, o investimento nas categorias de base, que ocorre desde 2017, tem sido um dos diferenciais do clube. O futebol feminino conta com minucioso trabalho na formação das atletas, realizado nas categorias Sub-14, Sub-16 e Sub-18.

Em 2021, o Inter chegou às semifinais do Brasileiro em todas as categorias de base. O Sub-18, campeão em 2019 e vice em 2020, ficou entre os quatro melhores no ano passado. Já o Sub-16 terminou a temporada com o título nacional.

Além disso, o Sub-17 ainda conquistou de forma invicta a Copa Gaúcha de Futebol Feminino, diante do rival Grêmio. Além disso, as Gurias Coloradas também se sagraram campeãs da Liga de Desenvolvimento na categoria Sub-14.

Apesar das melhorias que vêm acontecendo progressivamente, o clube reconhece a necessidade do apoio por parte de quem organiza o futebol feminino. “Precisamos desse apoio dos órgãos oficiais do governo, os que patrocinam os campeonatos ou até mesmo de premiações. Entendemos que o futebol feminino precisa de um maior apoio daqueles que organizam a modalidade e também de produtos específicos da linha feminina dos nossos uniformes. Pretendemos licenciar produtos para termos um recurso a mais”, explica o presidente Alessandro Barcellos.

LEIA TAMBÉM:

Nicola revela “zagueiro de seleção” no Palmeiras, jogos da Record no Paulistão 2022 e mais: os destaques da imprensa
Atlético-MG exigiu cláusula anti-rivais para negociar Junior Alonso com o Krasnodar; saiba os clubes “negativados”
Douglas Costa vira o noivo do ano e Fábio deixa o Cruzeiro: as notícias da quinta-feira (6)
Cruzeiro: Novo técnico, Paulo Pezzolano não tem dúvidas: ‘Somos os maiores da 2ª divisão’
Mercado da Bola: São Paulo encaminha empréstimo de Liziero ao Internacional; veja os valores
MLS e Rússia são as ligas que tiveram maior crescimento de receitas na última década
Haaland, Cavani, Lukaku e mais; 22 nomes que devem agitar o Mercado da Bola em janeiro