Torcedores – Notícias Esportivas

Receoso de ‘novos Lucas Limas’, Palmeiras toma medida importante sobre reforços

Verdão ajustará tempo de contratos para avaliar jogadores que chegam ao time; medida serve para evitar problemas de atletas com contratos longos

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites), prestando serviços para sites como Federação Paulista de Futebol, Chico Lang, 10dofutebol, Milton Neves, Rádio Capital e outros,

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Palmeiras

O Palmeiras tem buscado reforços no mercado, mas os que já chegam ao clube terão de conviver com uma nova realidade quanto as seus contratos, que terão agora tempo mais curto do que o usualmente feito no Verdão no passado.

Segundo o Uol Esporte, a medida agora é de realizar contratos mais curtos com os jogadores que forem contratados. A medida, que passou a ser adotada com frequência desde a chegada de Anderson Barros à diretoria de futebol, tem como fator evitar que contratos longos ‘prendam’ o clube a atletas que possam ter quedas de rendimento enquanto estiverem vinculados ao Alviverde.

O caso citado mais notório é o de Lucas Lima. O meia, que teve alguns momentos de brilho, mas nunca se firmou no time palmeirense, foi uma ‘dor de cabeça’, já que tinha contrato longo e as poucas chances que recebia dos treinadores, aliados ao alto salário do jogador. Emprestado ao Fortaleza em 2021, o meia deve novamente ficar no time cearense nesta temporada.

Luiz Adriano e Borja, que também assinaram contratos de longa duração, também tiveram problemas e foram fatores a fazer com que o Palmeiras começasse a buscar acordos mais curtos. Marcelo Lomba e Jailson, recém-contratados pelo Alviverde, tem vínculos válidos por apenas um ano,  se adequando às novas normas do departamento de futebol.

Com o tempo curto de vínculo, os reforços podem ser melhor avaliados por diretoria e comissão técnica para que possam assinar acordos maiores. Nem todos os atletas que chegarem ao Verdão, no entanto, terão que assinar acordos de curta duração, isto sendo aplicado dependendo de cada caso.

Edward Atuesta e Rafael Navarro, outros reforços contratados pelo Verdão em 2022, tem acordos mais longos (ambos até o fim de 2026), mas estes fazem parte de um perfil de jogador ao qual os palmeirenses visualizam vínculos maiores, atletas jovens que podem render dentro de campo e também fora dele.

LEIA TAMBÉM

Mercado da bola: Barcelona confirma ida de Coutinho para o Aston Villa

Reviravolta com Ronaldo, surto no Palmeiras e mais: as últimas do futebol

Mercado da bola: Palmeiras ganha forte concorrente por Salcedo

Messi, Lewandowski e Salah são finalistas do prêmio The Best da Fifa

Palmeiras prioriza Mundial e freia ritmo de renovações

Palmeiras: Leila Pereira já ‘investiu’ mais de R$ 100 milhões em reforços como patrocinadora, mas sempre pregou ‘responsabilidade’

Sensação da Copinha, Endrick, do Palmeiras, pode parar no Flamengo; entenda

Mercado da Bola: 5 jogadores colombianos conhecidos que estão livres no mercado para seu time contratar