Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pato chama vacina contra Covid-19 de ‘picada experimental’, é criticado e se desculpa

Jogador do Orlando City, da MLS (Major League Soccer), havia feito uma publicação para enaltecer o posicionamento do tenista sérvio Djokovic

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Montagem: Reprodução / Instagram @pato

O atacante Alexandre Pato, do Orlando City, voltou atrás no seu posicionamento e defendeu as vacinas contra a Covid-19 em post nesta terça-feira (18). Ele havia feito uma publicação por meio dos stories no Instagram em que apoiava as decisões do tenista sérvio Djokovic e chamava os imunizantes de “picada experimental”.

Mais de 100 mil! Retorno de Casimiro às lives teve audiência suficiente para encher maior estádio do mundo

O texto foi ao ar na mesma plataforma e no mesmo formato do post original, só que desta vez o tom adotado pelo jogador foi bem mais brando e conciliador. Na nova mensagem, Pato ressaltou a importância de “todos os seres humanos” se vacinarem e fez questão de dizer que tomou as suas doses assim que foi liberado para isso.

Confira o comunicado na íntegra:

Fala, galera! Quero deixar claro a importância de todos os seres humanos se vacinarem!! Eu tomei as minhas doses no exato momento em que fui liberado para tal! E acho importante que todos tenham essa consciência de se proteger e proteger quem está ao seu lado!

Na postagem, eu quis valorizar os feitos humanitários do Djokovic e também todas suas conquistas esportivas!! Quando me dei conta de colocações no texto que não condizem com minha maneira de pensar, aí sim apaguei.

Peço desculpas, pois não são palavras que regem minha vida e maneira de pensar! E reitero: todos temos de nos vacinar! Vacina salva vidas! Eu estou completamente vacinado e torço para que possamos sair dessa o quanto antes! #VacinaJá

Post original de Pato

O post em questão que foi motivo de críticas contra o Pato listava uma série de feitos e conquistas do tenista que foi deportado da Austrália, nesta semana, por se recusar a tomar a sua vacina. Com 17 itens, o texto citava suas doações para hospitais durante a pandemia, a determinação no seu trabalho, mas também falava em “picada experimental” e “senhor global”.

Imediatamente, os usuários reagiram contrários à publicação e começaram a se questionar se o atacante é antivacina. Com a repercussão, o ex-São Paulo e Corinthians tirou o post do ar e só voltou a tocar no assunto com o comunicado no início desta tarde.

Veja a publicação polêmica:

Leia também

Meia Denis-Will Poha, do Vitória de Guimarães, é emprestado ao Pau FC, e web reage

Pep Guardiola, do Manchester City, é eleito Treinador do Mês de dezembro na Premier League

Juiz de Tunísia x Mali encerra partida duas vezes antes dos 45 minutos na Copa Africana de Nações

‘Esse cara é sub-20?’: Jogador responde Casimiro após ter idade questionada na Copinha

Se queda! Flamengo anuncia renovação de Arrascaeta; veja novo vínculo

Decepção? Mecenas do Atlético-MG fala sobre saída repentina de Cuca

Mercado da bola: Mais um! Clube da França manifesta interesse por Endrick, do Palmeiras

Ex-Flamengo lembra vexame em 2008, admite clima de ‘oba-oba’ do time e diz que treinador estava “perdidinho”