Juninho fala em orgulho após derrota do Fortaleza, mas crê na classificação no jogo da volta: “Placar justo seria o empate”

Após Independiente x Fortaleza, Juninho lamentou o fato do Tricolor de Aço não ter conseguido marcar um gol no Libertadores de America

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

A primeira viagem internacional do Fortaleza acabou com derrota. Nesta quinta-feira (13), a equipe viajou até Avellaneda, cidade portuária da Grande Buenos Aires, para enfrentar o Independiente, no estádio Libertadores de América. A equipe, porém, foi derrotada por 1×0 no duelo válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana 2020. Apesar do placar, muitos saíram satisfeitos com a atuação da equipe. Um deles foi Juninho.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O meia do Fortaleza falou em orgulho em entrevista coletiva após a partida. “Estou orgulhoso por tudo que nós mostramos dentro de campo. Conseguimos, tivemos várias alternativas, mas não conseguimos o principal que era fazer o gol. Mas acredito que quem esteve em campo e quem veio aqui ver o Fortaleza jogar vai voltar com a esperança de que podemos nos classificar”, comentou Juninho.

Falando em justiça, Juninho não negou que, ao ver o desempenho das duas equipes, crê que o resultado deveria ser diferente. “Sem dúvida a gente lamenta a bola não ter entrado. Como o professor Rogério falou, um placar justo seria no mínimo um empate, pelo que nós criamos. Nos deixa satisfeitos saber que criamos várias oportunidades. Sabemos que estamos no caminho certo. Agora é descansar, trabalhar esses dias que antecedem a partida, para no jogo de volta concluirmos em gol”, finalizou.

Sobre a viagem

A primeira viagem internacional do Fortaleza foi muito aguardada – não só por Juninho. Os planos de sócio-torcedor do Fortaleza colhem os frutos da participação na Sul-Americana – e a torcida aproveita.

LEIA MAIS
Presidente do Santos promete briga judicial por conta de assinatura de meia da base com o Barcelona: “Seremos implacáveis”
Parceiro de Neymar que falsificou documentos na base do Santos trabalha com garotos em equipe, afirma jornal
Em entrevista, pai de promessa da base do Santos reclama de humilhação: “Me liga falando que não tem ninguém no CT”