Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mattos diz que quatro clubes do Brasil tinham interesse em Nathan

 

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Foto: Pedro Souza/Atlético

Nos últimos dias, o Atlético investiu pesado na permanência definitiva do meia Nathan. A direção do clube mineiro adquiriu 100% dos direitos econômicos do jogador de 24 anos por 3 milhões de euros (R$ 17,9 milhões) em um contrato de quatro anos. Nas redes sociais, alguns torcedores entenderam ter sido um valor muito alto.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

A renovação de Nathan foi um pedido direito do técnico Jorge Sampaoli, que ficou muito satisfeito com o rendimento nos treinos. A polivalência do atleta também agrada o argentino.

“Se tem um projeto que claramente verificou-se o dedo do treinador é o do Atlético. O Nathan é um jogador jovem, (…) acho que foi um dos destaques do Atlético no ano passado. É um jogador que faz duas, três, quatro funções. É um ativo importante pro futuro do clube. É um jogador que está engajado, adora o Atlético, fez uma força enorme pra que o Chelsea fizesse (a venda) por menos da metade do que estava combinado inicialmente. É uma aquisição importante”, avaliou Alexandre Mattos, diretor de futebol em entrevista à Rádio Itatiaia.

O último vínculo de Nathan se encerrou no dia 20 de junho. Até a confirmação da compra, alguns clubes do Brasil acompanhavam de longe o desfecho das negociações.

“Tinham três, quatro clubes brasileiros esperando que o Atlético não fizesse (a compra) pra levar o Nathan. A gente fez um esforço. Tudo tem risco no futebol, mas esse é um risco calculado e tem tudo pra dar uma alegria técnica, de bons jogos, vitórias e títulos”, concluiu Alexandre Mattos.

Pelo Galo, Nathan realizou 48 jogos e cinco gols.

LEIA MAIS: