Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Apresentador lembra ‘golpe’ de Sergio Ramos em Salah em 2018 e diz o que falta para o atacante ser o melhor africano de todos os tempos

Jogador voltou a brilhar com a camisa do Liverpool e questionamento foi levantado

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação / Twitter oficial Liverpool

O apresentador do Grupo Globo, André Rizek, levantou um questionamento durante o podcast ‘A Mesa’, do Globoesporte.com. O profissional tentou avaliar quem seria o melhor jogador africano de todos os tempos, tendo o egípcio Mohamed Salah, do Liverpool, como tema central.

O camisa 11 tem brilhado pelos Reds e, para os comentaristas Lédio Carmona e Carlos Eduardo Lino, é ele o melhor africano de todos os tempos.

Campeonato Inglês 2021/22

Confira a classificação atualizada

André Rizek não se comprometeu e não cravou Salah como o melhor. O apresentador rasgou elogios ao atacante, mas disse o que resta para ele aparecer no topo.

“Falta ao Salah uma Copa do Mundo como a que fez o (Roger) Milla com Camarões em 1990. E ele em 2018 tinha tudo para fazer iso na Rússia, é que na final da Champions o Sergio Ramos deu aquele golpe de jiu-jitsu nele, e ele chegou ao Mundial em situação física complicada. O Egito não conseguiu passar da primeira fase. Se o Salah estivesse inteiro, tinha tudo para fazê-lo. O grupo era acessível”, disse Rizek sobre Salah na Copa do Mundo de 2018.

“Fico feliz de ver o Salah retomar, três anos depois, aquela fase que ele viveu em 2018. O Liverpool não teve mais aquela temporada espetacular, voltou a ter agora. Mas como é bom ver o Salah jogando futebol.”

Leia também: