Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Comentarista detona DM do Flamengo e cobra transparência após série de lesões

Flamengo perdeu por 3 a 1 para o Fluminense e torcida não gostou nada da atuação

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Marcelo Cortes/Flickr CR Flamengo

A atuação e a derrota do Flamengo por 3 a 1 para o Fluminense no último sábado (23) tem gerado críticas em todos os setores do clube. O mais novo deles é o departamento médico, que tem uma série de jogadores importantes.

O comentarista da ESPN, Pedro Ivo Almeida, durante o pós-jogo da emissora, detonou a atitude de Renato Gaúcho sobre Bruno Henrique, já que o treinador disse que tentou “provar” que não poupava, colocou o atleta em campo e provocou a lesão no atacante.

“O Renato caminha por uma estrada tortuosa que eu não concordo. A briga dele é com a imprensa? Quando ele vira e diz: ‘colocamos o Bruno Henrique para mostrar que não poupamos, mas ele estourou porque não podia porque não estava pronto.’ Isso é grave. A condição física e clínica de um jogador é mais importante do que essa guerra narrativa do Renato com a imprensa”, disse Pedro Ivo, que seguiu com críticas ao departamento médico do Flamengo na sequência.

“Isso nunca vai ser explicado porque o departamento médico do Flamengo não tem interesse. O chefe médico tem interesse em postar em rede social, curtir, e não chega para a esclarecer o que esta acontecendo. Poderia falar. Tem muita gente se machucando para além das convocações.”

O chefe do departamento médico do Flamengo em questão é Márcio Tannure. Não atuaram por lesão contra o Fluminense o zagueiro David Luiz, o meia Arrascaeta, e os atacantes Bruno Henrique, Gabigol e Pedro.

Leia também:

As melhores notícias de esportes, direto para você