Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Corinthians: Cinco motivos que evitam a demissão de Sylvinho

As críticas ao trabalho do atual treinador do Corinthians aumentaram depois da má atuação no Majestoso

Flavio Souza
Desde 2006 escrevo sobre esportes em geral e participo do site Torcedores.com desde dezembro de 2018, onde exerço função de Colaborador Sênior.Atualmente meu foco é no futebol brasileiro e internacional, mas procuro falar sobre outras modalidades, como esportes olímpicos, por exemplo.Meu foco é trazer informações relevantes sobre os clubes fora de campo, como entrevistas, análises financeiras, desempenho das equipes em redes sociais e análises táticas.

Crédito: Divulgação / Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Depois da derrota por 1 x 0 para o São Paulo, os pedidos para que Sylvinho fosse demitido do Corinthians aumentaram de forma considerável. Inclusive com uma nota oficial da Gaviões da Fiel e pressão de conselheiros do Timão. Porém as informações são de que o treinador seguirá no cargo, pelo menos até o confronto contra o Internacional.

E alguns motivos justificam a permanência do técnico no cargo. Confira quais são eles.

Respaldo do elenco do Corinthians

Os jogadores costumam elogiar publicamente o trabalho de Sylvinho. Em entrevistas recentes, atletas como Cássio, Fagner, Giuliano e Renato Augusto deram seu respaldo ao treinador. O último inclusive chegou a declarar recentemente que acredita que o Corinthians pode conquistar títulos sob seu comando. Esse fato, pelo menos por hora, deixa a impressão que o elenco apoia Sylvinho.

Campanha no Brasileirão

Depois de um começo ruim, Sylvinho emplacou uma sequência de 10 jogos de invencibilidade. Essa campanha colocou o time no G6, firme na luta por uma vaga na próxima Copa da Libertadores. Além disso, um fato que é citado é de que o treinador conseguiu os resultados contando apenas com Giuliano como titular absoluto dentre os quatro reforços contratados no segundo semestre.

Moral com a diretoria do Corinthians

Depois das negativas de Renato Gaúcho e Diego Aguirre, Sylvinho foi o técnico que aceitou comandar o Corinthians. E isso em um momento em que o time era apontado por muitos como aquele que iria fugir do rebaixamento, com um elenco que não tinha expectativa de grandes contratações.

Falta de um nome de consenso para substituir Sylvinho

Esse tema gera muita repercussão nas redes sociais. Torcedores citam nomes diversos que poderiam assumir o Corinthians. Desde treinadores experientes como Luxemburgo e Felipão, apostas, como Vojvoda, que vem realizando um bom trabalho no Fortaleza até nomes que hoje não estariam dentro do orçamento do clube, como Marcelo Galhardo, do River Plate e Coudet, no Celta de Vigo.

Na visão da diretoria, nenhum nome viável chegaria com respaldo da torcida. Dessa forma, por conta da campanha realizada no Brasileirão até o momento, a intenção é seguir confiando no trabalho de Sylvinho.

Finanças do clube

Por fim, de forma relacionada com o tópico anterior, está a situação financeira do clube. Apesar da considerável redução da folha salarial, o Corinthians segue com problemas financeiros. Boa parte disso por conta de contratos e pendências anteriores, como no caso envolvendo o ex-atacante Boselli. Segundo informações de conselheiros, Sylvinho tem um salário “muito abaixo” da média dos treinadores brasileiros.

Isso inclusive foi um fator que ajudou no orçamento para as contratações de Renato Augusto, Giuliano, Róger Guedes e Willian. Internamente, muitos acreditam que dificilmente o clube teria condições de bancar um treinador “de ponta” e ter contratado os quatro reforços.

O que pode mudar esse cenário?

Apesar dos itens citados acima, o Corinthians entende que a participação na próxima edição da Copa Libertadores é vital para o planejamento financeiro da próxima temporada. Tanto pela questão financeira como na visibilidade para poder vender jogadores da base e com isso seguir aliviando as finanças do clube.

Dependendo dos resultados do próximo fim de semana, o Timão pode acabar a 28ª rodada fora do G6. Com isso, uma vaga direta na Libertadores poderia ficar ameaçada. E isso em um momento onde o clube vem de três jogos com um desempenho muito abaixo (Sport, Fluminense e São Paulo). Além disso, conselheiros também cobraram a demissão junto à Duilio Monteiro Alves, presidente do clube.

Dessa forma, os rumores são de que o jogo no Sul será uma “final” para Sylvinho e dependendo do resultado, poderá encerrar a passagem dele pelo clube.

LEIA TAMBÉM:

Brasileirão 2021: quanto um árbitro ganha para apitar cada jogo?
9 jogadores que estão insatisfeitos no Brasil e podem mudar de time
Neymar, Coutinho e Firmino estão no topo da lista dos jogadores brasileiros que mais se desvalorizaram
Felipe Melo em novo time, quase fim do Jogo Aberto, patrocinador vai deixar o Flamengo: as últimas do futebol hoje (20)
Neto detona Róger Guedes e manda recado para o atacante do Corinthians
Demitiria Sylvinho? Denílson fala sobre pressão no treinador do Corinthians
Mercado da Bola: Meio-campista pode retornar ao Corinthians
Mercado da bola: Corinthians assina contrato com volante