Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tetê cita amizade com Ferreira, encara fuso horário e acompanha drama do Grêmio no Brasileirão: “Acredito que se salva”

Hoje no Shakhtar Donetsk, meia-atacante Tetê segue torcendo pela reação do Grêmio no Brasileirão

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Ainda que tenha sido vendido no início de 2019 sem ter jogado no profissional, o meia-atacante Tetê, de 21 anos e atual jogador do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, mantém carinho e muita torcida pelo Grêmio, que segue vivendo um drama ameaçado pelo rebaixamento nas rodadas finais do Brasileirão.

Nesta quarta-feira, após a derrota do seu clube para a Inter de Milão pela Champions League, por 2×0, na Itália, Tetê conversou com a TNT Sports e falou do Grêmio, citando até mesmo a amizade que mantém com Ferreira.

“Sim, sempre que dá eu acompanho o Grêmio. Os horários são um pouco diferentes, mas eu acompanho. Tem o Ferreirinha, que é meu amigo e está jogando. Acredito que o Grêmio vai sair dessa situação. É um clube grande, gigante, de tradição. Eu acredito que vai sair”, citou.

Venda de Tetê por parte do Grêmio

A negociação de Tetê gerou em 2019 cerca de R$ 42 milhões ao Grêmio, que ainda mantém uma fatia de 15% de revenda. Em outras manifestações em entrevistas nos últimos anos, Tetê deixou claro que ficou com uma certa frustração por nunca ter tido um jogo sequer no profissional, tendo feito o caminho base-Europa de forma direta.

A outra curiosidade envolvendo este jogador é que ele é empresariado também por Pablo Bueno, mesmo agente do atacante Ferreira.

No momento, o Grêmio se vê no 18° lugar com 36 pontos e já está em Salvador para encarar o Bahia, sexta, 19h. Os baianos estão em 17° com 37 pontos e o primeiro time fora da zona da degola é o Juventude, com 40 pontos.

LEIA TAMBÉM:

Mancini vê Grêmio “vivo” depois de empate com o Flamengo