Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Em quatro anos, orçamento do Cruzeiro cai em mais de 10 vezes; entenda e confira o valor atual

Cruzeiro vive situação financeira dramática e Ronaldo tentará reerguer o clube no seu pior momento administrativo da história

Matheus D'Avila
Colaborador do Torcedores

Crédito: Cruzeiro / Divulgação

A crise financeira do Cruzeiro é sem precedentes para a história centenária do clube. Conforme as últimas informações, confirmadas oficialmente, a Raposa teve uma perda de mais de 10 vezes em relação aos faturamentos de 2018, quando foi campeão brasileiro. Atualmente, o orçamento da equipe mineira é de R$ 35 milhões. E será com esse valor que o projeto será tocado em busca de uma vaga para a elite do futebol brasileiro. Para piorar, todas as receitas até 2023 já foram antecipadas e usadas pelas antigas gestões. Ou seja, não tem mais para quem recorrer.

“Assim que anunciamos a compra da SAF começamos a mergulhar no que era o orçamento do clube. A primeira coisa que encontrei foi um orçamento de 90 milhões com uma receita de 60 milhões que já estava gasta. Uma coisa que não consigo entender, o funcionamento do clube assim”, disse Ronaldo, deixando claro que o clube não fará mais loucuras administrativas.

O problema de Ronaldo

Criticado por desfazer acordos, Ronaldo tem justificado suas escolhas dentro da necessidade de sacrifícios financeiros. De acordo com a nova gestão do clube, alguns movimentos não populares serão necessários para reerguer o Cruzeiro.

“É um momento de ações impopulares, mas que são extremamente necessárias para que o clube volte a ser grande como não deveria ter deixado de ser”, completou.

O valor estipulado nesse momento de R$ 35 milhões poderá sofrer alterações positivas dependendo do envolvimento do torcedor. Por isso, aumentar o quadro social será um dos grandes desafios e necessidades. Ronaldo, inclusive, pediu para que a torcida volte a acreditar no clube. Hoje, o quadro social conta com apenas 15 mil cruzeirenses.

A folha salarial do Cruzeiro será a menor entre os grandes da série B, com vencimentos de R$ 1,5 milhão mensais.

Fortaleza confirma 8 casos positivos de Covid-19 em seu elenco

Flamengo chega a sete saídas no elenco para temporada 2022; veja lista de jogadores

São Paulo pode ter economia milionária em caso de saída de Pablo veja valores

Mercado da bola: Em busca de técnico, Atlético-MG sonda dois novos nomes