Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jornalista crava técnico do Atlético-MG e torcida fica irritada nas redes sociais

Até o momento, Atlético não tem tido êxito com estrangeiros para a vaga de Cuca

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético

O grande ponto de interrogação no Atlético é em relação ao novo treinador. Desde o pedido de demissão de Cuca, no final de dezembro, a direção do Galo tentou estrangeiros e, por enquanto, não obteve sucesso. Na noite desta segunda-feira, o jornalista Milton Neves cravou qual será o próximo comandante alvinegro.

Segundo Milton, Renato Gaúcho será o técnico do Atlético em 2022. Assim feita a postagem no Twitter, a reação dos torcedores foi bastante negativa frente o nome.

– Bateram para mim lá de BH que Renato Gaúcho é o novo treinador do Galo! Aguardemos! – escreveu o jornalista.

Nas redes sociais, a resistência ao trabalho de Renato Gaúcho é muito grande. Entre os atleticanos, a preferência é por um profissional estrangeiro. Vale lembrar que no início do ano passado, o nome do ex-comandante do Flamengo chegou a ser cogitado.

Veja a repercussão

Jorge Jesus, plano A desde o pedido de demissão de Cuca, não sinalizou positivamente para os mineiros e as negociações acabaram por encerradas. Posteriormente, seu compatriota Carlos Carvalhal foi procurado.

Na quinta-feira, o Atlético entrou em acordo com o Braga, dirigido por Carvalhal. O treinador, que tinha aceitado o convite dos brasileiros, voltou atrás e decidiu permanecer em Portugal. Há quem diga que as tratativas ainda estariam de pé.

Por fim, Eduardo Berizzo, ex-treinador da Seleção do Paraguai, também esteve na pauta, mas teria recusado a investida mineira.

De acordo com o presidente Sérgio Coelho, a escolha está dentro de um prazo criterioso e responsável. A ideia é ter um treinador protagonista.

“Esse é um princípio do qual não abrimos mão. Por isso, faz-se necessário que sejamos perfeccionistas neste processo seletivo, para minimizar chances de erro”, disse.

LEIA TAMBÉM: