Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após retornar à NBA e em meio a lesões nos Nets, Kyrie Irving mantém postura antivacina: “Permaneço enraizado com a minha decisão e no que acredito”

Após entorse no ligamento colateral medial (LCM) de Kevin Durant, Kyrie Irving destacou que não pretende jogar as partidas em New York

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Divulgação

O retorno de Kyrie Irving às quadras da National Basketball Association (NBA) sempre foi marcado por polêmicas. Após deixar claro que não tomaria a vacina contra coronavírus, ele fez a primeira partida na temporada 2021/2022 apenas no dia 06 de janeiro. E, na última segunda-feira (17), ele reafirmou que seguiria sem ser imunizado. A declaração veio após a derrota do Brooklyn Nets, equipe da qual ele faz parte, para o Cleveland Cavaliers, na Quicken Loans Arena, em Ohio.

A declaração veio após o atleta ser perguntado sobre a possibilidade de se imunizar por conta da muitas lesões no Nets. Kyrie Irving afirmou que não pensa nisso. “Kevin Durant vai se curar e vai estar ok. Precisamos saber lidar com isso como companheiros de equipe. Mas em termos de onde estou em minha vida fora disso tudo, eu permaneço enraizado com a minha decisão”, destacou, em entrevista coletiva.

As lesões se tornaram um problema para o Nets após Kevin Durant se machucar. Dois dias antes da declaração de Kyrie Irving, Durant sofreu uma entorse no ligamento colateral medial (LCM) na vitória por 120×105 sobre o New Orleans Pelicans. A prefeitura de New York, cidade que sedia o Nets, proíbe que não-vacinados estejam presentes em locais públicos. Assim, o atleta só poderia atuar em pelejas fora de casa.

Respeito, postura e histórico

Para encerrar a entrevista coletiva, Kyrie Irving fez questão que a decisão é estritamente pessoal. “Respeito a decisão de todo mundo. Eu não vou tentar convencer ninguém de nada ou nada disso. Só estou mantendo minha postura no que eu acredito”, finalizou.

Kevin Durant foi um dos atletas que pediu o retorno de Kyrie Irving, mesmo com as limitações pela não-vacinação. O jogador também afirmou que não pediria para que o companheiro se vacinasse. Ambos também testaram positivo para coronavírus em momentos próximos. O próprio coach da equipe já não contava mais com ele. O retorno foi criticado por muitos, e o próprio atleta não imaginava tamanha repercussão.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador