Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tio de Georgina diz que modelo ‘esqueceu’ da família depois de conhecer Cristiano Ronaldo

Familiar acolheu a então menina depois da prisão de seu pai por contrabando de drogas. Argentino foi chamado de ‘rei do crime’ por jornal inglês

Wemerson Ribeiro
Formado em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi, com passagem pelo Portal R7, como estagiário, na editoria de Esportes.

Crédito: Reprodução / Instagram @georginagio

O tio da modelo argentina Georgina Rodríguez quebrou o silêncio e revelou como é a sua relação com a família desde que conheceu o astro Cristiano Ronaldo. Em entrevista ao The Sun, Jesus Hernandez a descreveu como sendo uma “mulher má” e levantou a possibilidade dela ter vergonha dos parentes.

Saiba quando será a luta de boxe entre Popó Freitas e Whindersson Nunes

Campeonato Inglês 2021/22

Confira a classificação atualizada

Quem vê a esposa do craque cercada de luxo atualmente, nem imagina o passado conturbado enfrentado há não muito tempo atrás. Ela nasceu na capital da Argentina, Buenos Aires, e, mesmo sem ter culpa, acabou tendo a sua vida acompanhada de perto pela polícia desde cedo por causa das ações do pai.

Problemas com a justiça

Jorge Rodriguez, genitor de Georgina, foi preso pela primeira vez na Espanha ao tentar contrabandear uma quantidade de cocaína avaliada em 100 mil euros (R$ 619 mil na cotação atual). Ele foi condenado a cumprir 11 anos de prisão, mas saiu em condicional cinco anos depois, em 2008.

E não demorou muito para Jorge voltar para a cadeia. Pouco tempo depois, foi flagrado tentando transportar 1 milhão de euros (R$ 6,19 mi) de maconha de Marrocos para a Espanha e foi sentenciado a dois anos na prisão sendo liberado em 2013.

Mudança de tratamento

Neste meio tempo, ficou para Jesus Hernandez a incumbência de cuidar de Georgina. No reality em que conta detalhes sobre sua vida, a modelo disse que sabe o que é “não ter nada” e depois ter tudo — com sua carreira de influencer e ao lado de Cristiano Ronaldo.

A relação entre os familiares parecia boa até que a modelo da Gucci conheceu o jogador na Espanha em 2017. Desde então, a relação com os parentes tem sido cada vez mais fria, e seu tio imagina que o estilo de vida possa ter influenciado nisso: “Ele deve sentir vergonha de nós e se considerar melhor do que nós porque não vivemos no luxo que ela tem”.

Críticas são comuns

Jesus disse que Georgina só ligou para ele uma ou duas vezes desde que o namoro com Cristiano Ronaldo se tornou conhecido publicamente. Além dele, Patrícia Rodríguez, irmã por parte de pai, é mais uma a reclamar de sua postura com a família.

“Quando foi o aniversário do meu filho, eu perguntei se ela podia pedir para o Cristiano assinar uma camisa pro menino e foi dito que ‘não’. Ela não queria incomodá-lo nas férias”.

A avó de Georgina morreu em 2019 e, segundo relatos, não teve a chance de conhecer a neta Alana Martina, que hoje tem quatro anos.

Em outubro do ano passado, Cristiano Ronaldo e a modelo utilizaram suas contas na internet para anunciar a gravidez de gêmeos do casal. Essa é a segunda vez que os dois terão filhos juntos — CR7 é pais de outras três crianças.

Leia também

Cantora Elza Soares morre no mesmo dia de Garrincha, amor da sua vida, 39 anos depois

Super Bowl LVI: NFL divulga trailer épico do Halftime Show com Eminem, Snoop Dogg e mais astros; assista

CBF ‘ignora’ Covid-19 e terá Mineirão lotado para jogo da Seleção Brasileira nas Eliminatórias

Kelly Slater recusa vacina, e Ministro do Esporte da Austrália promete barrar entrada do surfista no país

Se queda! Flamengo anuncia renovação de Arrascaeta; veja novo vínculo

Decepção? Mecenas do Atlético-MG fala sobre saída repentina de Cuca

Mercado da bola: Mais um! Clube da França manifesta interesse por Endrick, do Palmeiras

Ex-Flamengo lembra vexame em 2008, admite clima de ‘oba-oba’ do time e diz que treinador estava “perdidinho”