Home Introdução ao Critério de Kelly nas apostas esportivas

Introdução ao Critério de Kelly nas apostas esportivas

Saiba como melhor gerenciar seus gastos e retornos com apostas com o critério de Kelly

Luiza Sarmento
Luiza Sarmento é content writer no time de Media Partnerships da Better Collective no Brasil. Formada pela Escola de Comunicação da UFRJ, Luiza teve passagens pelo Fluminense Football Club e pela Globo. Apaixonada por esportes e aficionada, em especial, por futebol.
Estatísticas de jogos de futebol

Arte / iStock | O Critério de Kelly pode ajudar os apostadores na gestão de banca

O critério de Kelly é uma fórmula estratégica que oferece aos apostadores uma vantagem na gestão de banca. Dessa forma, seu uso inteligente pode transformar como se aposta, equilibrando risco e retorno. Compreender esse método é crucial para quem busca tomar decisões mais assertivas no mundo das apostas. Portanto, através dessa abordagem matemática, os iniciantes podem aprender a melhor identificar oportunidades.

Dessa forma, conheça plataformas por onde começar suas apostas com bônus de boas-vindas:

bet O bet
Bônus de apostas
in2BET
Bônus de apostas
KTO
Bônus de apostas
LeoVegas
Bônus de apostas
Novibet
Bônus de apostas

Ademais, veja, ainda, como usar o código promocional Betano e o código bônus bet365.

O que é o Critério de Kelly e como o método pode transformar suas apostas

O critério de Kelly nas apostas é uma fórmula matemática usada para determinar o valor ideal a ser investido em uma aposta. A ideia é calcular a porcentagem do saldo que deve ser aplicada, com base na probabilidade de ganho e no retorno oferecido.

Essa estratégia pode ser um divisor de águas para os apostadores, pois ajuda a:

  • Gerenciar riscos, evitando apostar mais do que deveriam;
  • Otimizar as chances de retorno ao se basear em lógica e não em emoção.

Para quem está começando, entender e aplicar o critério de Kelly significa tomar decisões mais informadas. Em vez de chutar valores aleatórios ou seguir palpites, os apostadores podem confiar na matemática para impulsionar suas possibilidades de vitória.

A história e a matemática por trás do Critério de Kelly

A fórmula do critério de Kelly foi desenvolvida pelo cientista John L. Kelly, Jr., trabalhando na AT&T’s Bell Laboratories nos anos 50. Originalmente concebida para o setor de telecomunicações, logo encontrou sua aplicação no mundo das apostas, onde a gestão eficaz do capital é essencial.

Na essência matemática, o critério considera o tamanho da banca atual (B), a probabilidade estimada de vitória (p) e as odds oferecidas (o). Com isso, calcula-se a fração ideal da banca a ser apostada (f):

f = [(p * o) – 1] / (o – 1)

Suponha que um apostador tenha uma chance de vitória estimada em 60% com odds de 2.0. Utilizando a fórmula:

f = [(0.6 * 2) – 1] / (2 – 1) f = [1.2 – 1] / 1 f = 0.2 ou 20%

Portanto, segundo o critério de Kelly, seria recomendável apostar apenas 20% da banca disponível nessa oportunidade específica para otimizar os ganhos e controlar riscos.

Campo de futebol na tela do smartphone
Através dessa abordagem matemática do Critério de Kelly, os iniciantes podem aprender a identificar oportunidades | Crédito: iStock

Aplicando o Critério de Kelly: dicas e exemplos práticos

Para aplicar o critério de Kelly em suas apostas, é essencial seguir alguns passos e considerações práticas. A seguir, um guia simplificado em forma de lista para ajudar na implementação dessa estratégia:

  1. Avalie as probabilidades: antes de tudo, estime a probabilidade real do seu palpite vencer. Isso pode ser feito através da análise detalhada das informações disponíveis sobre o evento.
  2. Calcule a fração ideal: utilize a fórmula do critério de Kelly para determinar que percentual da sua banca deve ser colocado em jogo.
  3. Seja conservador: em caso de incerteza quanto às probabilidades estimadas, opte por uma abordagem mais cautelosa, investindo menos do que o valor sugerido pelo cálculo.
  4. Reinvestimento inteligente: caso obtenha sucesso nas apostas iniciais utilizando o critério de Kelly, reinvestir os ganhos seguindo a mesma fórmula pode potencializar o crescimento da banca.
  5. Considere variações: o critério de Kelly também pode ser adaptado para apostas múltiplas ou situações onde se deseja diversificar os riscos.
  6. Utilize ferramentas: para auxiliar nos cálculos, muitos recorrem ao uso da calculadora do critério de Kelly disponível online.
  7. Registro e análise: mantenha registros precisos das suas apostas e seus resultados para ajustar as estimativas futuras com base no desempenho passado.

Por exemplo:

Suponha ter uma banca inicial de R$1000 e identifique uma aposta com 50% chance de vitória (p = 0.5) e odds oferecidas pela casa são 2 (o = 2). O cálculo seria:

f = [(0.5 * 2) – 1] / (2 – 1) f = [1 – 1] / (1) f = 0 ou 0%

Neste caso específico, o cálculo indica que não adianta realizar essa aposta segundo o critério — um valioso alerta contra decisões precipitadas!

Aplicando esses passos com consistência e disciplina, os entusiastas das apostas verão como esse método contribui significativamente para tomar decisões mais inteligentes ao gerenciar suas bancas no vibrante cenário das apostas esportivas brasileiras.

Ferramentas para implementar o Critério de Kelly em suas apostas

Para os apostadores que desejam aplicar o critério de Kelly com precisão, existem recursos que podem facilitar esse processo. Uma gama de ferramentas online está disponível para tornar os cálculos mais rápidos e confiáveis:

  1. Calculadoras online do Critério de Kelly: Sites especializados oferecem calculadoras gratuitas que realizam automaticamente o cálculo do critério. Basta inserir as odds, a probabilidade estimada e a banca total para receber a porcentagem ideal a apostar.
  2. Aplicativos móveis: Existem apps dedicados às apostas esportivas que incluem funcionalidades para calcular o critério de Kelly diretamente no seu smartphone, permitindo decisões ágeis onde quer que esteja.
  3. Planilhas personalizadas: Para quem prefere um método mais manual, planilhas do Excel ou Google Sheets podem ser configuradas com a fórmula do critério de Kelly. Assim, controle e personalize seus cálculos conforme necessário.
  4. Fóruns e comunidades online: Em comunidades voltadas ao universo das apostas esportivas, é possível encontrar guias detalhados e trocar informações sobre como usar melhor esses recursos.

Esses instrumentos são valiosos aliados dos entusiastas das apostas esportivas no Brasil, pois ajudam na gestão eficaz da banca e na tomada de decisões estratégicas fundamentadas em cálculos matemáticos sólidos ao invés de intuição pura.

Integrando o Critério de Kelly na sua estratégia de apostas

Incorporar o Critério de Kelly em sua rotina de apostas é uma jogada inteligente que pode aumentar significativamente suas chances de sucesso a longo prazo. Comece estabelecendo um compromisso firme com a disciplina e a paciência, pois essa técnica exige rigor e consistência.

Quem já tem uma estratégia em jogo pode começar ajustando pequenas porções da banca para testar os resultados do uso desse método. Com o tempo, poderá perceber melhorias na gestão dos recursos e na qualidade das seleções feitas. É essencial lembrar que cada aposta é uma oportunidade para aprender.

Os apostadores devem encorajar-se com cada progresso, seja um cálculo correto ou uma decisão bem-sucedida, sabendo que estão construindo uma base sólida para tomadas de decisões mais informadas e lucrativas. Portanto, abrace este critério matematicamente embasado como parte integrante do seu arsenal nas apostas esportivas.

Com a prática contínua, você não só melhora suas habilidades analíticas mas também desenvolve um instinto afinado para detectar as melhores oportunidades. Lembre-se: no universo das apostas esportivas, ter um sistema confiável como o Critério de Kelly ao seu lado é sinônimo de estar sempre alguns passos à frente da concorrência.