Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba quem são as sete maiores vendas do Botafogo na história

Confira os jogadores que mais renderam euros em negociações em toda a história da Fogão. São as sete maiores vendas da história do Botafogo

Lucas Mello
Colaborador do Torcedores

Crédito: Luís Henrique é a segunda maior venda da história do Botafogo - Vítor Silva/Botafogo

As maiores vendas realizadas pelo Botafogo foram todas nas últimas décadas. E as maiores foram com jogadores revelados no próprio clube, que renderam um bom dinheiro ao clube do Rio de Janeiro.

Confira abaixo as sete maiores vendas da história do Botafogo

*O valor das negociações é em Euro, moeda mais usada nas transferências internacionais.”
*Conteúdo baseado nas informações do site TransferMarkt

7° – Caio Alexandre (volante) – Vancouver Whitecaps-CAN (3,64 milhões de euros/ Março de 2021)

Mesmo rebaixado com o clube em 2020, o volante de 22 anos conseguiu se destacar e foi negociado para jogar a MLS. E além da boa quantia conquistada na venda, o Fogão, que tinha 80% dos direitos econômicos do jogador, ainda ficou com 40%.

7° – Matheus Fernandes (volante) – Palmeiras (4,2 milhões de euros/ Dezembro de 2018)

O volante de 20 anos chamou atenção do Palmeiras e fez com que o clube paulista pagasse 3,5 milhões de euros para tê-lo em 2019. O negócio foi excelente para o Botafogo, que ainda manteve 25% dos direitos econômicos do jogador. Na venda para o Barcelona, o clube carioca englobou outros 1,2 milhão de euros.

6° – Maicosuel (meia) – Udinese-ITA (5 milhões de euros/ Julho de 2012)

O meia fazia uma boa temporada pelo Botafogo e acabou negociado no meio do ano, durante a disputa do Brasileirão. O clube italiano comprou 80% dos direitos econômicos do jogador. O Botafogo ficou com cerca de 30% desse valor.

5° – Elkeson (atacante) – Guangzhou Evergrande-CHN (6 milhões de euros/ Novembro de 2012)

O atacante de 23 anos foi negociado após a boa temporada pelo Botafogo. Foi artilheiro do clube na temporada, com 18 gols, sendo 11 deles no Campeonato Brasileiro. Na época, o futebol chinês começava “atacar” o mercado brasileiro. O jogador se apresentou ao novo clube no começo de 2013.

3° – Dória (zagueiro) – Olympique de Marselha-FRA (6 milhões de euros/ Setembro de 2014)

O zagueiro de 19 anos com passagens pelas seleções de base foi vendido durante a campanha do Brasileirão de 2014, que terminou com o rebaixamento da equipe. Apesar do desempenho ruim do time, o zagueiro chamava atenção. Insatisfeito com os salários atrasados, o jogador foi para o futebol francês. O Botafogo recebeu esse dinheiro referente à parte que tinha sobre os direitos econômicos do jogador. Mas o pagamento teve problemas para chegar e o caso até foi parar na Fifa.

2° – Luis Henrique (atacante) – Olympique de Marselha-FRA (8 milhões de euros/ Setembro de 2020)

O jogador foi negociado no meio da complicada temporada de 2020, afetada pela pandemia do Coronavírus. Mesmo assim, o Fogão conseguiu negociar o jogador por um alto valor. O time francês comprou 70% dos direitos econômicos do atleta. Como o Botafogo tinha 40% do total, conseguiu 3,2 milhões de euros e ainda 12% de uma venda futura do atacante.

1° – Vitinho (ponta) – CSKA Moscou-RUS (9,5 milhões de euros/ Agosto de 2013)

O clube russo pagou a multa rescisória do jogador de 19 anos, que destacou-se jogando pela equipe da Estrela Solitária. Revelado no Botafogo, Vitinho foi um dos principais nomes da conquista do Campeonato Carioca de 2013. O Botafogo ficou com 60% do valor da venda.