O que esperar do Los Angeles Rams na temporada da NFL 2020?

A janela para os Rams chegarem ao Super Bowl está se fechando?

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Sean M. Haffey/Getty Images

Nos últimos anos, os Rams foram um dos times mais fortes da NFL, mas parece que a oportunidade de ganhar um Super Bowl está ficando para trás. Nesta intertemporada, o time não tinha escolhas altas no draft e também estava sem dinheiro para fazer grandes contratações. Além disso, Los Angeles está em uma das divisões mais disputadas da liga, a NFC Oeste, então este deve ser um ano difícil para a equipe da Califórnia, que estreará sua nova casa, o SoFi Stadium.

ATAQUE

Uma das perguntas que rondam os Rams é: será que Jared Goff dá conta de ser um QB titular de alto nível? O sistema que Sean McVay montou para o time já se provou eficaz e elevou o jogo de Goff, mas a equipe perdeu peças importantes, como o RB Todd Gurley e o WR Brandin Cooks. Com isso, o grupo de running backs (essencial para o esquema tático) ficou bastante enfraquecido. Ele contará com Malcom Brown, Darrell Henderson (segundo anista que pouco jogou em 2019) e o novato Cam Akers, que foi draftado na segunda rodada. Já o grupo de recebedores continua sendo bom sob a liderança de Robert Woods e Cooper Kupp.

Se em 2018, ano em que foram ao Super Bowl, a linha ofensiva dos Rams era uma das melhores da NFL, em 2019 ela foi uma das piores. Para além de Andrew Whitworth, que é excelente, a unidade conta com diversos jogadores jovens e que precisam evoluir. Em uma divisão com defesas agressivas, é primordial ter uma boa linha ofensiva.

Crédito foto: Jayne Kamin-Oncea/Getty Images

DEFESA

Los Angeles continua tendo alguns dos melhores jogadores de defesa da NFL, como Aaron Donald e Janley Ramsey. Porém, eles perderam alguns nomes importantes durante a intertemporada. Atletas como Dante Fowler Jr., Cory Littleton, Eric Weddle e Nickell Robey-Coleman assinaram com outras equipes. Essas ausências com certeza serão sentidas em campo. Para tentar diminuir o impacto dessas saídas, os Rams trouxeram o LB Leonard Floyd e o DT A’Shawn Robinson, embora eles estejam longe de ser grandes adições.

Para além de Donald, o front 7 de LA já não apresenta a mesma força das últimas temporadas e muitas posições ainda são pontos de interrogação. Já a secundária, liderada por Ramsey, é sólida, apesar de não ter nomes muito conhecidos. Além disso, Wade Phillips já não é mais o coordenador defensivo, e isso deve ser sentido pelo time. Por conta destes fatores, espera-se que a produtividade da defesa dos Rams caia em relação aos últimos anos.

Crédito foto: Ezra Shaw/Getty Images

CALENDÁRIO

O calendário dos Rams será o 10° mais difícil da NFL, ou seja, o ano não será fácil para o time de McVay. A temporada já começa complicada recebendo os Cowboys e com dois jogos seguidos fora de casa contra Filadélfia e Buffalo (então eles terão que cruzar o país em semanas consecutivas). Além disso, LA fará duas viagens para a Flórida, onde enfrentarão os Dolphins e os Bucs de Brady. Isso sem contar os seis jogos duros contra os oponentes dessa forte divisão. Esse confrontos difíceis acabaram fazendo com que a equipe tenha cinco jogos no prime time, que é o máximo permitido em uma temporada. Levando em consideração a força do calendário e as perdas durante a intertemporada, o recorde de vitórias e derrotas dos Rams deve ficar em torno de 9-7, o que não é suficiente para ter o primeiro lugar na NFC Oeste.

Leia Mais:

O que esperar do San Francisco 49ers na temporada da NFL 2020?

O que esperar do Seattle Seahawks na temporada da NFL 2020?

O que esperar do Arizona Cardinals na temporada da NFL 2020?