NBA: Saiba quais são os números aposentados pelo Los Angeles Lakers

Equipe é a segunda maior vencedora da história da liga, com 16 títulos conquistados, e tem um grupo seleto de jogadores que será lembrado para sempre

Jonatas Pacheco
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Los Angeles Lakers

Fundada em 1946, a NBA é uma das maiores e mais tradicionais ligas de esportes no mundo. O campeonato reúne os melhores jogadores de basquete e tem uma história cheia de rivalidades e estrelas.

A liga conta com 30 equipes, sendo 29 dos Estados Unidos e uma do Canadá, e muitas delas já formaram verdadeiras dinastias ao longo desses anos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Nesse tempo todo de existência, diversos jogadores fizeram história e construíram um legado. Michael Jordan, Bill Russell, Kobe Bryant e Tim Duncan são apenas alguns jogadores que escreveram seus nomes na história da NBA.

E como forma de homenagear essas lendas do esporte, algumas equipes decidem aposentar as camisas que eles utilizaram.

Los Angeles Lakers: a franquia das lendas

Segunda equipe com o maior número de títulos na história da NBA (16), atrás apenas do Boston Celtics (17), o Los Angeles Lakers foi protagonista em diversos períodos da liga.

O primeiro grande momento aconteceu no início da NBA. Ainda como Minneapolis Lakers, a equipe conquistou cinco títulos entre 1949 e 1954.

Já baseado em Los Angels, a década de 60 formou a grande rivalidade contra o Boston Celtics, onde os Lakers acabaram levando a pior e não levantaram nenhum troféu. Em 1972, com Wilt Chamberlain e Jerry West no elenco, a equipe voltou a conquistar um título.

Mas o período de ouro da franquia começa nos anos 80. Entre 1980 e 1988, os Lakers foram campeões da NBA cinco vezes. O time dessa época contou com nomes como Kareem Abdul-Jabbar, Jamaal Wilkes e Magic Johnson.

Já na primeira década dos anos 2000, os torcedores presenciaram a “Era Kobe”. O ala-armador conquistou cinco títulos nessa época. Em 2000, 2001 e 2002, o grande parceiro de Kobe Bryant foi Shaquille O’Neal. Nos campeonatos de 2009 e 2010, o espanhol Pau Gasol foi a principal dupla de Bryant.

Confira os números aposentados pelo Los Angeles Lakers:

#8 e #24 – Kobe Bryant: ala pentacampeão da NBA pelos Lakers (2000-2002, 2009 e 2010), selecionado para o All-Star Game 18 vezes e MVP das finais em duas oportunidades. Kobe é considerado por muitos como o segundo melhor jogador de todos os tempos, atrás apenas de Michael Jordan. Faleceu no dia 26 de janeiro após um acidente de helicóptero;

#13 – Wilt Chamberlain: pivô campeão da NBA pelos Lakers em 1972. É o jogador na história com o maior número de pontos em uma partida (100);

#22 – Elgin Baylor: ala dos Lakers entre 1958 e 1971, foi eleito para o All-Star Game em 11 oportunidades;

#25 – Gail Goodrich: ala campeão da NBA pelos Lakers em 1972;

#32 – Magic Johnson: armador pentacampeão da NBA pelos Lakers (1980, 1982, 1985, 1987 e 1988), MVP das finais em três oportunidades (1980, 1982 e 1987), além de MVP da liga também por três vezes (1987, 1989 e 1990). Um dos maiores jogadores da história do basquete;

#33 – Karem Abdul-Jabbar: pivô pentacampeão da NBA pelos Lakers (1980, 1982, 1985, 1987 e 1988), foi selecionado para o All-Star Game 19 vezes, sendo o recordista da liga. É até hoje o maior pontuador da temporada regular na história (38.387)

#34 – Shaquille O’Neal: tricampeão da NBA pelos Lakers e três vezes eleito o melhor jogador das finais da liga (2000-2002);

#42 – James Worthy: tricampeão da NBA pelos Lakers (1985, 1987 e 1988)

#44 – Jerry West: campeão da NBA pelos Lakers em 1972. O logo da NBA é em referência a sua silhueta;

#52 – Jamaal Wilkes: ala tricampeão da NBA pelos Lakers (1980, 1982 e 1985).

*Chick Hearn, locutor oficial do Los Angeles Lakers entre 1957 e 2002, também tem uma camisa aposentada. No lugar de um número, há um microfone.

LEIA MAIS

Kevin Durant envia mensagem após testar positivo para Coronavírus: “Vamos superar isso”

NBA: Saiba quais são os números aposentados pelo Boston Celtics

Trae Young, em abstinência da NBA, “treina” com meias em casa