Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba qual é a empresa que pode “pagar mais” que a Crefisa ao Palmeiras

A oposição do Palmeiras registrou na tarde desta sexta-feira (23) uma carta reconhecendo uma empresa disposta a patrocinar o clube a partir de 2019 e com valores acima dos pagos pela Crefisa, atual parceiro do alviverde.

Willian Almeida
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e editor de Hard News do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

A “Blackstar International Limited” é uma empresa com escritórios em Hong Kong e no Oriente Médio e que atua nos mercados de energia e bioenergia, teria interesse em expandir seus negócios e investir no futebol brasileiro e o Palmeiras seria uma possibilidade para a companhia.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Valores e futuro político do alviverde:

Os associados do Palmeiras elegem neste sábado (24) o presidente do clube para os próximos três anos. Candidato da situação, Maurício Galiotte concorre a reeleição e disputa com Genaro Marino – primeiro vice-presidente da atual gestão e candidato da oposição no pleito.

Segundo o UOL Esporte, aliados de Genaro Marino afirmam que o valor assinado na carta de intenções da empresa é de R$ 1 bilhão por 10 anos de parceria.

Veja os palpites dos especialistas para Vasco da Gama x Palmeiras

No documento, a empresa se compromete a negociar com o Palmeiras mesmo em caso de derrota da oposição. “Pensando pura e simplesmente na Sociedade Esportiva Palmeiras, exigimos da mencionada empresa que uma carta de intenções fosse apresentada à nossa Instituição, independentemente dos resultados do pleito eleitoral que será realizado amanhã, dia 24 de novembro.”

“Após a finalização do pleito eleitoral, no caso de a Chapa Avanti Palmeiras não se sagrar vencedora, estaremos à disposição de Vossa Senhoria, tanto do candidato eleito quanto dos representantes dos demais órgãos competentes do clube, para apresentar os documentos pertinentes, para que eventualmente, a critério dos responsáveis, seja estudada a viabilidade da proposta e dada continuidade às negociações, respeitando as condições legais dos contratos de patrocínio vigentes, bem como todos os dispositivos que regem a nossa Instituição”.

LEIA MAIS:
Eleição no Palmeiras: o que Maurício Galiotte e Genaro Marino pensam sobre o preço dos ingressos