Kobe Bryant, André Balada, Harry Gregg e mais: os grandes nomes que o esporte já perdeu em 2020

O ano começou agitado e em poucos meses o esporte perdeu grandes estrelas; relembre quem nos deixou em 2020

Mariana Prince
Atualmente no último período de Jornalismo na PUC-PR. Participei no ano passado do programa "Capacitação para Jornalistas no Futebol", da Universidade do Futebol. Instagram: @maari_prince

Crédito: Crédito / Reprodução Facebook Oficial LA Lakers

O ano ainda está no começo, mas o esporte já teve perdas significativos em todos os aspectos: dentro das quadras – com os atletas – e fora delas – com jornalistas. O Torcedores.com separou para você uma lista com algumas das perdas que o esporte sofreu até aqui.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Kobe Bryant

A lenda do basquete morreu no dia 26 de janeiro em um acidente de helicóptero que vitimou sua filha Gianna Maria, de 13 anos, e outras sete pessoas. Kobe tinha 41 anos e foi um dos maiores jogadores da história da NBA. Ele deixou uma esposa e três filhas.

Cabeção

Luiz Morais, goleiro do Corinthians mais conhecido como ‘Cabeção’, morreu no dia 06 de janeiro aos 89 anos. Ele foi o quarto goleiro que mais atuou pelo time paulista, ficando atrás apenas de Cássio, Gilmar dos Santos Neves e Ronaldo.

Cadu Cortez

Narrador do DAZN, Cadu morreu aos 40 anos vítimas de um infarto no dia 03 de março. Com passagens por SBT, Fox Sports, o jornalista passou mal no avião enquanto voltava de uma viagem a Buenos Aires e não resistiu.

Sérgio Noronha

Um dos nomes mais importantes do jornalismo esportivo da TV e Rádio Globo, Sérgio Noronha morreu no dia 24 de janeiro, aos 87 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Valdir Espinosa

Campeão mundial pelo Grêmio, o ex-treinador morreu aos 72 anos após complicações em uma cirurgia no abdômen. Valdir Espinosa também foi campeão carioca pelo Botafogo e morreu no dia 27 de fevereiro.

Flamarion

Ex-volante do Cruzeiro e do Guarani, Flamarion morreu no dia 27 de janeiro, aos 68 anos, vítima de câncer. O jogador era um dos maiores ídolos do Guarani e ajudou a equipe a se estabelecer no cenário paulista e nacional.

Indiana Gomes

A pilota brasileira Indiana Kiiomi Muñoz Gomes, de 29 anos, morreu no dia 15 de março após sofrer um acidente na primeira etapa do Campeonato Goiás Superbike.

Valdir Joaquim

Goleiro da Primeira Academia do Palmeiras, o atleta morreu aos 88 anos em Porto Alegre, no dia 11 de janeiro. Valdir foi campeão brasileiro com o Palmeiras e ganhou diversos estaduais com o Verdão.

Gerson Dall’Stella

Campeão brasileiro pelo Coritiba em 1985, o ex-goleiro morreu no dia 11 de janeiro após um ataque fulminante. O atleta tinha 58 anos.

Mário Marcos

Ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, Mário morreu aos 71 anos no dia 12 de janeiro, vítima de câncer. O atleta defendeu a Seleção nos Jogos Olímpicos de 1972, em Munique, na Alemanha.

Luis Alberto Volpe

O ex-apresentador da ESPN morreu no dia 18 de fevereiro aos 67 anos. Luis apresentou programas como o SportCenter e o 30 Minutos.

Marcelo Pagliaccio

Jornalista do Diário Olé, o argentino morreu no dia 06 de fevereiro após se afogar na praia de Canavieiras, em Santa Catarina. Marcelo tinha 32 anos e aproveitava as férias no Brasil.

Harry Gregg

O ex-jogador britânico, que sobreviveu a tragédia de Munique, morreu no dia 16 de fevereiro aos 87 anos. Gregg ficou conhecido como “herói de Munique”, por reanimado o treinador Matt Busby e prestado auxílio aos companheiros Jackie Blanchflower, Dennis Viollet e Bobby Charlton, retirando-o do avião em chamas.

Chris Doleman

O ex-atleta do Minnesota Vikings morreu aos 58 anos vítima de um câncer no cérebro. Jogador do hall da fama da NFL, Doleman tinha 58 anos.

Kelly Cota

Ex-jogadora de basquete, Kelly morreu no dia 17 de março vítima de uma tromboembolia pulmonar. A atleta de 39 anos defendeu Vasco e Botafogo ao longo da carreira.

Henri Richard

Lenda da NHL, o ex-jogador faleceu aos 84 anos no dia 6 de março. Henri disputou a NHL de 1955 a 1975, jogando todas as temporadas pelo Montréal Canadiens. Ele é o atleta que mais conquistou a Stanley Cup, com 11 vitórias.

Jimmy Peau

O ex-campeão mundial de boxe morreu no dia 13 de fevereiro, aos 52 anos de idade, após uma cirurgia no cérebro. Peau era da Nova Zelândia e ficou conhecido por ter protagonizado um dos nocautes mais rápidos da história do esporte.

Marilene Dabus

Primeira mulher a cobrir futebol no Brasil, Marilene morreu aos 80 anos vítima de um câncer. Além de repórter e setorista do Flamengo, a jornalista foi vice-presidente de Comunicação do time carioca. Ela faleceu no dia 17 de janeiro.

André Neles

Também conhecido como André Balada, o ex-jogador de Palmeiras e Atlético-MG morreu no dia 6 de fevereiro, aos 42 anos, vítima de uma parada cardíaca. O jogador ganhou fama por se envolver em confusões e festas durante a carreira, mas se converteu à igreja evangélica em 2004 quando chegou ao Figueirense.

Ramonzinho

Com passagem pelas categorias de base de Corinthians e Botafogo, o jogador morreu no dia 18 de março, aos 21 anos. Ele lutava contra um quadro de insuficiência renal grave decorrente de síndrome nefrótica desde o 2019.

Oreste Ferri

Campeão da Fita Azul com a Portuguesa em 1954, o ex-jogador morreu no dia 09 de janeiro, aos 89 anos.

Walfrido

Ex-centroavante do Vasco nos anos 1960 e 1970, Walfrido morreu no dia 5 de fevereiro aos 72 anos. Conhecido como “Espanador da Lua”, o ex-jogador estava internado há alguns dias com com insuficiência renal e pneumonia.

Rui Chapéu

Um dos maiores nomes da sinuca brasileira, Rui Chapéu faleceu no dia 29 de fevereiro aos 79 anos. A fama na sinuca lhe rendeu participações no programa ‘Show do Esporte’, na época apresentado por Luciano do Valle no canal Bandeirantes.

David Stern

O ex-comissão da NBA morre no dia 1 de janeiro aos 77 anos, ele lutava contra as sequelas de uma hemorragia cerebral. David ficou conhecido por conduzir a liga de basquete profissional dos Estados Unidos a resultados nunca alcançados até então.

LEIA MAIS

Coronavírus no esporte: siga AO VIVO as últimas atualizações

Nem todos pararam: 9 países que seguem com o futebol mesmo em pandemia de coronavírus

12 personalidades e instituições esportivas que fizeram doações para o combate do coronavírus